SERRA UNILOG F7
Notícia - 24/11/2018 às 23:42:42
12º FINAL CONSECUTIVA
Unilog vence por 3x0 e consegue chegar a sua 12º final consecutiva

Por VITOR SIMÕES
VITÓRIA, ES
Unilog chega mais uma vez (Foto: Rodrigo Leal)
A Unilog bate o recorde de equipes filiadas a CBF7, consegue sua 12º final consecutiva. Desde 2016 chegando em finais, tendo seu ano mágico em 2017 e mesmo não conseguindo o bi Brasileiro, chegou a final da competição e chega em mais uma, na final do estadual do fut7, brigando pelo bicampeonato.
Apesar da vitória de 3x0, um dos destaques da partida foi novamente o goleiro Walter, que dentro da análise do treinador Maurição é considerado uma potência na modalidade. A partida iniciou com o Premium melhor na partida, por vezes Juninho bebê um dos destaques do estado no ano de 2018, levou perigo a Unilog, porém assim como a partida em Guarapari, o goleiro foi o grande diferencial. A Unilog achou o primeiro gol com o pivô Tuti e acabou dando um banho de água fria na competente equipe de Guarapari, que naquele momento era a melhor na partida, a Unilog equilibrou o confronto e começou a ter uma superioridade numérica em vários momentos, onde após uma grande jogada de Rafinha Canhoto, Romenick ampliou e depois de uma jogada individual de Vitinho, Carioca fechou o marcador.  

O Comandante da Unilog e da Seleção Brasileira de Futebol 7, fala sobre a partida e sobre os resultados obtidos.   12º segunda final consecutiva, findando o triênio 16/17/18, o dever estar cumprido?

Que história né, que satisfação. Nem nas melhores conversas com Paulo Henrique e Vinicius em 2016, esperava ter participado dessa equipe incrível. São poucos que estiveram ao longo dessa transformação, ter uma equipe local, recém-saída de uma série B, para uma referência nacional, nem nos meus melhores sonhos imaginava isso. Agradeço a diretoria pela confiança, minha comissão técnica pela entrega de conteúdo e pelo trabalho, em especial a todos os atletas que passaram e vestiram essa camisa pesada, com certeza eles fizeram a diferença.

A equipe hoje iniciou de uma forma diferente e acordou após um pedido de tempo, onde pudemos ver um Maurição que ganhou notoriedade no mundo do fut7, uma cobrança pesada onde todos presentes, acabaram presenciando, esse é o diferencial?

Mais uma vez irei repetir, o diferencial sempre serão os jogadores. Sou um extrator de performance e quando vejo uma equipe minha render menos do que treinamos, ou não cumprir aquilo que é determinado é algo que me tira do sério, realizamos um dos piores primeiros tempos sob meu comando, ajustamos na verdade a postura da equipe para retornar. Sobre a cobrança é normal em equipes grandes, aqui não temos tempo para vaidade e choro, aqui é cobrança sim e eles sempre dão os resultados quando pressionados. Sou fã desses caras, estão escrevendo uma bela história.  

Que partidas foram essas do Walter nas semi finais, muito acima da média, como descrever ?

Talvez o Walter seja a chave do futuro da Unilog, se chama a evolução individual. Ele hoje realiza defesas que adquiriu dentro do fut7, suga muito bem os treinamentos do Wagner e as características dos outros goleiros, ele por exemplo fez uma defesa na primeira partida que é característica do goleiro Ciro. Então a evolução individual, somado ao “chip” de padronização da equipe, faz com que possamos ter em nosso elenco, os melhores jogadores da modalidade do país. Realmente dois jogos fantásticos realizados, porém ele sabe como um grande profissional que é, que temos mais uma pela frente para coroar esse trabalho.

O que esperar na Final ?

O padrão Unilog, o padrão que criamos ao longo desse tempo, muito respeito, muita humildade e muita atitude. O atleta da Unilog hoje, deve estar ciente da cobrança interna e da competitividade entre eles, nosso modo de jogar com sextetos ainda facilita a utilização de 14 atletas, portanto a previsão é que façamos uma final dentro da nossa proposta e principalmente dentro da alma do nosso brasão.

Se aproximando o fim do ano é natural que atletas e membro da comissão técnica possam ser alvos de outras equipes, já iniciaram as sondagens e você permanece para 2019 ?

Quem está na Unilog está sujeito a convites e desligamento do processo. Eu particularmente estou em uma briga interna sobre as portas que estão sendo abertas no campo, porém tenho dois agentes Baianos, Paulo Henrique e Fal, que tomam conta do Maurição. Finalizo esse triênio da melhor maneira possível e desejando mais um belo triênio, para que possa em 2022 bater o recorde em uma mesma equipe, pois até o momento o A.L Brito no Rio Janeiro, ainda é a equipe na qual fiquei por 6 anos. Estou feliz, minha família está feliz, e confesso que não arriscaria novamente minha minha família, por propostas sem seriedade.

Dois treinos para findar a temporada, como será?

Confesso que muita emoção envolvida, a diretoria tem a possibilidade de novos caminhos, de novas metas, de novas diretrizes. Nossos atletas em sua maioria acima dos 30 anos, ainda não sabemos se será realizada uma reformulação geral. Mas acredito que serão treinamentos que guardarei para sempre na minha vida, de atletas que deram o sangue e alma por esse projeto, não ligamos para conversas paralelas e nem para falar de outras equipes em nosso grupo de whatsapp, ficamos preocupados em escrever a história dessa equipe. Foram momento únicos, foram momento de grandes aprendizados e de grandes títulos. Esse triênio queremos fechar da melhor maneira possível, todos nós devemos isso a Unilog.       
publicidade